O Novo Maestro de Guardiola

No dia 28 de junho de 1991 em Drongen, Bélgica, nasceu o garoto albino Kevin De Bruyne. Começou a jogar la pelota com apenas seis anos de idade, onde corria com o uniforme verde do KVV Drongen, em 1997. Demonstrando um talento enorme, foi negociado dois anos mais tarde, juntando-se ao Gent, onde permaneceu até 2005, depois transferiu-se para o Genk. Foi promovido a equipe principal em 2008, mas fez a estreia somente no dia 9 de maio de 2009, em uma derrota por 3×0 ao Charleroi.

Depois de três temporadas no clube belga ,o garoto quieto e vermelho chamou a atenção do Chelsea, clube na época comandado por André Villas Boas, que pediu a contratação do meia por cinco temporadas. No entanto, o clube londrino passava por uma reformulação em meio aquela temporada, quando saiu Villas Boas e entrou o italiano Roberto Di Matteo, aconteceu que o meia perdeu espaço e foi emprestado ao Werder Bremen.

No futebol alemão, ele se destacou e retornou ao Chelsea em 2013 , mas o garoto sofreu uma com uma lesão num amistoso de pré-temporada , se recuperou e retornou na estréia da Premier League contra o Hull city, jogo no qual deu assistência e acabou saindo lesionado.

Em 2014, se transferiu para o Wolfsburg, da Alemanha, onde na Bundesliga brilhou , levando os lobos a ganharem uma Copa da Alemanha num jogo em que ele destruiu o Borussia Dortmund na final, vencida pelo Wolfsburg por 3×1, foi vice-campeão da liga alemã, conseguindo vaga direta a Champions League.

untitled-1

Em meio aos feitos no Wolfsburg , ele fez uma bela Copa do Mundo com a camisa 7 da seleção belga, tendo maior protagonismo que estrelas já consagradas do futebol como Éden Hazard e Romelu Lukaku. Os diabos vermelhos chegaram as quartas-de-final do fatídico Mundial do Brasil, perdendo para a seleção da Argentina de Lionel Messi, Angel Di Maria e outros.

No ano da Champions League do Wolfsburg, De Bruyne voltou a brilhar levando os lobos as quartas-de-final em um duelo dramático com o Real Madrid, que, no final das contas, levou o caneco.

Então veio a nova oportunidade do belga mostrar seu valor, voltar pra um clube top mundial: em agosto de 2015, como o jogador mais caro da historia do Manchester City e também o belga mais caro da história, sendo destaque de um City oscilante nas mãos do chileno Manuel Pellegrini. Veio então a temporada 2016/2017 e a chegada do badalado Pep Guardiola, que havia visto de perto as atuações do belga quando ele comandava o Bayern de Munique. Desde que o catalão chegou, Kevin de Bruyne tomou conta do time, com atuações monstruosas como a da última rodada da Champions League, marcando um belo gol de falta contra o Barcelona além dos “tapas” distribuídos.

Aonde pode chegar o nível deste jogador? Será que ele pode levar a badalada geração belga a ganhar uma Copa do Mundo?

WOLFSBURG 3×1 BORUSSIA DORTMUND (FINAL DA DFB-POKAL 2014/2015)

DE BRUYNE – GRANDES LANCES EM 2015/2016: