fbpx

O Palmeiras acaba de ser campeão brasileiro com uma grande campanha, apresentando solidez e bons jogadores, o alviverde paulista conta com o maior patrocínio esportivo do país, o banco Crefisa, apontado por muitos comentaristas do mundo da bola como o maior responsável pelo sucesso palestrino no brasileirão.

Hoje o “Além da Grande Área” vai lhes mostrar alguns patrocínios que montaram e/ou montam grandes equipes no futebol. Vamos lá!

PARMALAT (RAMO LÁCTEO)

Na década de 90, o Palmeiras viveu junto com o estádio Palestra Itália os anos mais vitoriosos da história. O clube conquistou três Campeonatos Paulistas, dois Brasileiros, uma Copa do Brasil, dois Torneios Rio-São Paulo, uma Copa dos Campeões da CBF, uma Mercosul e uma Copa Libertadores. Foram onze títulos para a sala de troféus, frutos de uma bem planejada e bem sucedida parceria com a empresa Parmalat.

A parceria de sucesso chegou ao fim no ano 2000, após a perda do título da Mercosul em uma virada épica do Vasco na final em pleno Palestra. Neste mesmo ano, o time alviverde ainda alcançou um vice na Copa Libertadores perdendo para o Boca Juniors nos pênaltis e sacramentou o fim da época mais gloriosa da história do verdão.

Outro clube patrocinado pela Parmalat foi o Parma, parceria que durou até 2004. O clube conquistou oito títulos em dez anos e contou no elenco com os promissores Bonera, Gilardino, Cannavaro e Buffon em início de carreira.

OPEL (RAMO AUTOMOTIVO)

Responsável por formar o último grande time do Milan, com jogadores sempre disputando bolas de ouro como Shevchenko e Kaká, a época do patrocínio o clube chegou a final de três Champions League, vencendo duas (2003 e 2007) e cinco títulos italianos.

VODAFONE (OPERADORA MÓVEL)

Patrocinou o Manchester United no fim dos anos 90 e início dos anos 2000, levando o título da Champions League em 1999, responsável pelo financiamento de grandes contratações como Van Nistelrooy, Wayne Rooney, Yorke, Solskjaer, Barthez, Verón entre outros.

CARLSBERG (RAMO CERVEJEIRO)

 

Patrocinou o Liverpool na última época áurea com histórico título da Champions em 2005 com Dudek no gol, além de copas inglesas. Neste período, o clube contou com inúmeros grandes jogadores como Kuyt, Milan Baros, Fernando Torres, Morientes, Luis Garcia, Xabi Alonso, Djibril Cissé, Harry Kewell, Fábio Aurélio, Robbie Fowler e Daniel Agger.

O2 (RAMO DE TELEFONIA E TECNOLOGIA)

No início do novo século, o Arsenal conquistou feitos quase impossíveis, muito devido ao patrocínio da O2 BT Cellnet Ltd. Liderados pelo técnico francês Arsène Wenger. Na temporada 2001/2002, o time conquistou a Premier League e a FA Cup repetindo o feito da temporada 1997/1998, ambos com David Seaman no gol.

Levando em consideração a dificuldade da Premier League, que é considerada por muitos a liga mais difícil do mundo, o Arsenal veio a ganhar o título sem perder uma partida sequer na temporada 2003-04, e os torcedores do Arsenal deliraram no último jogo da liga. Logo após o apito final, mais de 350 mil torcedores saíram às ruas de Londres para celebrar o título da equipe que estava fazendo história. Foi uma celebração gigantesca que chamou a atenção da imprensa mundial.

Neste período de patrocínio, os gunners tiveram grandes jogadores como Patrick Vieira, Sol Campbell, Gilberto Silva, Fredrik Ljungberg, Robert Pirès, Edu, Dennis Bergkamp e Thierry Henry.

O time terminou a temporada invicto por 49 jogos, entre a Premier League e as demais competições europeias e nacionais, até hoje, nenhum time inglês conseguiu tal feito. O Arsenal só veio a perder para o Manchester United na temporada seguinte, quebrando a invencibilidade histórica do time.

As duas dobradinhas e mais o título da FA Cup em 2005, consagraram de vez o técnico Arsène Wenger como um dos maiores da atualidade e da história do clube e mostrou também ao mundo um dos maiores ídolos do Arsenal e um dos melhores atacantes que o mundo já viu, o também francês Thierry Henry, que no mesmo ano chegaram a final da Champions League.

PIRELLI (RAMO DE PNEUS)

Desde 1991, a Pirelli patrocina a Internazionale, neste período, além das receitas do clube terem aumentado, a patrocinadora foi responsável por evitar uma falência do clube nos anos 90 , ajudando os nerazzuri a sair da crise e montar bons times nos anos 2000. A equipe conquistou quatro campeonatos italianos e uma Champions League em 2010. Desde então, a Pirelli não investe tanto quanto em anos passados.

Neste período, se destacaram vários jogadores como Pagliuca, Walter Zenga, Ronaldo, Adriano, Ibrahimovic, Sneijder, Zanetti, Recoba, Lúcio, Luis Figo, Robbie Keane, Cambiasso, Verón, Diego Milito, entre tantos outros.

BAYER (RAMO QUÍMICO E FARMACÊUTICO)

A empresa criou o Bayer Leverkusen em 1904.

VOLKSWAGEN (RAMO AUTOMOTIVO)

O VfL Wolfsburg-Fußball foi fundado em 12 de setembro de 1945, desde então é subsidiado pela Volkswagen, dona do clube. Embora seja uma empresa com grande capital, o investimento no futebol é de certa forma estranho. Tem anos que montam grandes times como em 2008/2009 e em 2014/2015. Nesses períodos, o clube contou com notáveis jogadores como Grafite, Dzeko, Diego, De Bruyne, Mandzukic e Barzagli.

FLY EMIRATES (COMPANHIA AÉREA)

Maior investidor da atualidade, a Fly Emirates é gerida pelo Emirates Group, com várias ramificações, entre elas o Ettihad, patrocinador master do Manchester City e dono do naming rights do estádio. Alguns clubes patrocinados pela Fly Emirates e que colocam a marca como patrocínio máster da camisa são: Arsenal, Paris Saint-Germain, Milan, Benfica, Olympiacos, Hamburgo e Real Madri.

Esses são alguns patrocínios que deram “aquela forcinha” para que alguns clubes ganhassem muitos títulos. Comentem mais patrocínios que também deram uma força para os times ganharem títulos, até a próxima!