fbpx
Começou… E começou quente!
 2 jogos maravilhosos abriram a 2ª fase da Copa do Mundo da Rússia.
 
No jogo 1, uma cacetada de lances passíveis de análises. Mas quero pegar especificamente falhas, ou decisões tomadas, eu diria…
 
Começando pelo tirombaço disparado pelo Di Maria no segundo gol argentino, onde Hugo Lloris voou para tentar evitar o gol, passando muito perto da bola. No meu ponto de vista, lhe faltou executar uma pequena passada lateral, antes de executar o salto e fazer a defesa. Seu álibi é que estava com a visão encoberta, e como o chute foi muito forte, ele teve pouco tempo para reagir e precisou saltar direto, o que ocasionou o golaço portenho.
 
No 3º gol da França, depois da finalização cruzada, com meia força, dava para Armani ter chegado mais inteiro na bola. Um dado interessante: 44% dos gols dessa copa, ocorreram de chutes disparados há menos de 11 metros de distância. Um chute de perto, como aquele, exige uma decisão instintiva. Logo, os goleiros precisam executar o que está gravado em sua memória muscular. Nitidamente, Armani, mostrou não possuir um repertório tão completo de defesas. Isso ficou claro pela tentativa de defesa com as mãos, numa finalização que vc põe o pé na frente dela e resolve a zorra toda! Mas por vaidade, ou incompetência do preparador, o goleiro acha essa defesa com os pés “feia”, mas é um recurso que precisa estar lá quando vc precisar.
 
Já o jogo entre Uruguai e Portugal, vou destacar a atuação de Fernando Muslera. Que goleiro! Suas saídas de gol em cruzamentos, como orienta a defesa, com uma reposição que beira a perfeição. Se vc não tem Uruguai entre os postulantes ao título, pode rasurar sua lista pq Uruguai vai chegar!
 
 
ESPANHA x RÚSSIA
Duelo entre dois goleiros que são afoitos. Ou melhor estão afoitos. Ou melhor ainda, um deles é afoito, DeGea!
 
Algo está acontecendo com ele, mas parece um problema de confiança em suas luvas… Se não consolidar uma atuação nessa fase, talvez perca o cargo de unanimidade dentro da Espanha.
 
Teve gente dizendo que eu estaria secando ele, mas na verdade eu o considero um dos melhores do mundo. Mas vi desde o seu 1º jogo, além da falha clamorosa, vi ele titubeante, indeciso em saídas de gol, inseguro na execução das defesas.
 
Já IGOR Akinfeev, tem um histórico de instabilidade, (vide o penoso da copa passada). Acho ele um goleiro razoável, com uma técnica intermediária. Pode surpreender, mas acho pouco provável.
A Rússia se prepara pra tudo!!!
 
Penaltis:
Akinfeev pega 1, Espanha erra outros 2.
De Gea pega 2 e Espanha entra a vaga é sua .
Espanha leva!!
 
CROÁCIA x DINAMARCA:
No jogo seguinte a Dinamarca tem o filho da lenda, Kasper Schmeichel, eleito por alguns como melhor goleiro da copa, na primeira fase. Gosto dele e da copa que vem fazendo, e o pedigree sempre me aproxima da adolescência quando via seu pai fazendo milagres nas tardes de UCL, pelo Man U.
 
Como já disse aqui, Kasper não tem a técnica de seu pai. Nem a força física, mas ele consegue se manter estável e tranquilo durante a partida, não importando se sofreu gol, ou não! Isso pode ser a característica de um goleiro que faz a diferença, ainda mais nessa fase!!!
 
Em caso de decisão por pênaltis:
Schmeichel: pega 3
Subacic: pega 1
Leva a vaga, a Dinamarca.
 
Escrito por Igor Costa.