fbpx

Olé!

Nascido em Madri no dia 7 de novembro de 1990, com 25 anos e ao longo de seus 1,89m, David de Gea Quintana se diz pronto para assumir nada mais na menos do que a posição que por décadas foi ocupada por Iker Casillas no gol da fúria Espanhola.

Aliás a Espanha sempre revelando excelentes goleiros, se formos buscar anos 90 com Zubizarreta, e anos 2000 com Canizares e Casillas, De Gea chega ao posto de número um na Espanha como grande nome de uma seleção que nos últimos 6 anos tem sido multi campeã em torneios da Europa.

De Gea iniciou a sua carreira no Atlético de Madrid aos 10 anos de idade, jogando nas categorias de base do clube até se profissionalizar em jogar pelo Time B do Atlético, que jogava a segunda divisão espanhola na altura. Porém na carreira de um goleiro, nada acontece por acaso, com a convocação do então titular Sergio Asenjo para a seleção sub-20 da Espanha, que disputaria o mundial, De Gea foi então escolhido para ser o reserva imediato do goleiro Roberto e como sempre tem acontecido na maioria das histórias de grandes goleiros,  em uma partida pela UEFA Champions League diante do Porto, o goleiro Roberto saiu machucado, foi então que aos 18 anos, De Gea entrou no lugar de Roberto fazendo a estreia como profissional (o placar final do jogo foi 2×0 para o Porto).

24cd625200000578-0-image-a-92_1421543136683

Com a lesão de Roberto e ausência de Asenjo, De Gea continuou como titular do time de Madrid e em partida valida pela La Liga diante do Zaragoza, De Gea defendeu um pênalti na vitória do Atlético por 2×1.

Na volta da seleção, Sergio Asenjo viveu seu maior inferno astral e com sucessivas falhas perdeu a sua vaga de titular para o então garoto David De Gea, que terminou a temporada 2009/2010 como titular dos colchoneros: o grande momento de De Gea na temporada foi com certeza a final da Uefa Europa Legue diante dos Ingleses do Fulham, De Gea foi impecável e ajudou ao time conquistar mais um grande título internacional ao vencer os Londrinos por 2×1, a crise financeira em 2010, fez com que o então gerente de futebol do Atlético de Madri, Quique Flores, apostasse suas fichas em De Gea, deixando assim de gastar dinheiro contratando um novo goleiro e ele estava certo, pois nas temporadas 2009/2010 e 2010/2011, De Gea continuou impecável em suas atuações no gol do Atlético, despertando assim o interesse dos grandes europeus, dentre eles o Real Madri, porém, devido a grande rivalidade entre os clubes da capital da Espanha, os dirigentes do Atlético preferiram aceitar a proposta dos ingleses do Manchester United.

O mais interessante foi que a contratação de De Gea para jogar nos diabos vermelhos partiu diretamente de Sir Alex Ferguson, que foi a impressa pessoalmente anunciar quem seria o substituto de Edwin Van de Sar na meta inglesa.

Daí pra frente, todos já conhecem a bela história deste jovem promissor goleiro, que vive nesta temporada o grande auge, uma vez que assumiu a titularidade do gol da seleção espanhola e, aos 25 anos, De Gea tem muito que jogar ainda e continuar a encantar seus grandes maiores fãs.

TÍTULOS 

ATLÉTICO DE MADRI

Liga Europa 2009/2010

UEFA Super Cup 2010

 

MANCHESTER UNITED

FA Community Shield: 2011, 2013 e 2016

Premier League 2012/2013

FA Cup 2015/2016

 

SELEÇÃO ESPANHOLA

Eurocopa Sub-17 2007

Eurocopa Sub-21 2011 e 2013

 

PRÊMIOS INDIVIDUAIS

Melhor Goleiro da Euro Sub-21 de 2011

Equipe do ano Premier League de 2012/2013

Prêmio Sir Matt Busby de jogador do ano: 2013/2014, 2014/2015, 2015/2016

Equipe da temporada da Liga Europa da UEFA: 2015/2016

 

GRANDES DEFESAS DE DAVID DE GEA:

TREINAMENTOS DE DAVID DE GEA: