Rogério Ceni

Chato? Não… De modo algum, muitos confundem personalidade e caráter com “chatisse”. Esse é o M1TO, que defende a meta do São Paulo há mais de 25 anos. Jogador brasileiro que mais participou de jogos oficiais em um mesmo clube. Títulos então??? Nem se fala, Rogério Ceni é um dos goleiro com mais medalhas e troféus no futebol mundial.

20150626-rogerio-ceni1

Começou sua longa caminhada no Sinop, do Mato Grosso, em 1990 e neste mesmo ano foi contratado para vestir as cores do tricolor paulista, onde pacientemente esperou 7 anos até assumir a camisa 1, e sempre mostrou muita lealdade e dedicação com seu trabalho.

Altura: 1,88m

Peso: 88kg

Nascimento: 22/01/193 em Pato Branco, Paraná

Não contente em somente defender sua meta, foi em busca do gol adversário, se tornando o maior goleiro artilheiro da história do futebol mundial, até o momento tem 129 gols e também o jogador que mais vezes foi capitão de uma mesma equipe (961 jogos), resumindo, um campeão!

Resta saber o porque Ceni não teve mais espaço na seleção, pois atletas assim que deveriam ser os comandantes exemplos a serem seguidos.

20150626-rogerio-ceni2

Recordes

  • Em 27 de julho de 2005 completou 618 jogos pelo São Paulo tornando-se o jogador que mais vezes atuou com a camisa do clube, quebrando o recorde de 617 partidas que pertencia a Valdir Peres;
  • Em 22 de julho de 2007, na vitória do São Paulo sobre o Cruzeiro por 2 a 1 no Mineirão, completou 309 jogos em campeonatos brasileiros atuando pelo mesmo time quebrando o recorde que pertencia a Roberto Dinamite que havia atuado em 308 partidas pelo Vasco;
  • No dia 1 de setembro de 2007, com uma goleada de 6×0 sobre o Paraná, no Morumbi, Rogério se tornou o goleiro são-paulino com a maior série de jogos sem sofrer gols em Campeonatos Brasileiros, superando Valdir Peres, que ficou 694 minutos sem ser vazado, em 1983. A série foi interrompida aos 47 min do segundo tempo da vitória de 2 a 1 sobre o Santos, em 15 de setembro, após nove jogos inteiros e dois parciais sem ter que ir buscar a bola no fundo das redes. No total, foram 990 minutos sem sofrer gols, que colocaram Rogério à frente da segunda maior sequência invicta da história do Campeonato Brasileiro (perde apenas para Emerson Leão que, jogando pelo Palmeiras em 1973, permaneceu invicto por 1057 minutos);
  • No Campeonato Brasileiro de 2007, Rogério e o São Paulo com 19 gols contra em 38 partidas se tornou o segundo goleiro menos vazado de toda a história de Campeonatos Brasileiros, perdendo apenas para Emerson Leão que jogando pelo Palmeiras em 1973 tomou 13 gols;
  • No dia 30 de abril de 2008 completou a marca de 800 jogos, na partida contra o Nacional do Uruguai válida pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores da América;
  • No dia 19 de agosto de 2009, com um vitória sobre o Fluminense por 1×0, Rogério Ceni tornou-se o jogador que mais partidas jogou da história do Campeonato Brasileiro, superando Zinho, que jogou por Flamengo, Palmeiras e Cruzeiro, que detinha o recorde com 369 partidas;
  • Na primeira partida pela repescagem na Copa Libertadores da América no Morumbi na goleada de 5×0 do São Paulo contra o Bolívar, Rogério Ceni chegou a 83 jogos superando o goleiro Manga e se tornando o brasileiro o recordista de Jogos na Copa Libertadores da América, com 82 jogos;
  • No ano de 2006, com o título Brasileiro, Rogério Ceni se tornou o jogador com mais títulos conquistados oficiais com a camisa do São Paulo Futebol Clube. Superando o zagueiro Ronaldão e o atacante Müller com 13 títulos. São 22 títulos ao todo, sendo 16 deles em competições oficiais. Rogério ainda tem 3 títulos quando atuava nas categorias de base;
  • É o segundo goleiro da história que tem mais títulos em um só clube, ficando atrás apenas do Português Vítor Baía que conquistou 27 títulos pelo o Porto;
  • Em 28 de outubro de 2010, em partida contra o Clube Atlético Paranaense (2 x 1 para o São Paulo) pelo campeonato brasileiro, chegou a marca de 700 jogos como capitão de um time, marca ainda não alcançada por nenhum outro jogador (é o atleta que mais entrou com a tarja de capitão no mundo). Ele recebeu a tarja de capitão no ano de 1999;
  • Em 28 de abril de 2010 completou 900 jogos pelo São Paulo Futebol Clube, no empate com o Universitário, na cidade de Lima;
  • Depois da aposentadoria do zagueiro norte-irlandês Noel Bailie, no dia 30 de abril de 2011, Rogério Ceni se tornou o jogador em atividade com o maior número de partidas por um só clube. Bailie tinha 1.014 jogos pelo Linfield e Ceni tinha 974 jogos na época;
  • Em 22 de maio de 2011, na partida contra o Fluminense válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro completou uma série de 8786 minutos. É o atleta que mais minutos consecutivos jogou na história do São Paulo. Nesta partida foi substituído por Denis aos 11 minutos do segundo tempo devido a dores no tornozelo esquerdo;
  • Rogério é o maior vencedor do Troféu Mesa Redonda, ele ganhou em 2004, 2005, 2006 e 2007;
  • Rogério é o maior vencedor da Bola de Prata, premiação concedida pela revista Placar para os melhores de cada posição no Campeonato Brasileiro, ele ganhou em 2000, 2003, 2004, 2006, 2007, 2008 e em 2008 ganhou uma Bola de Ouro;
  • É o jogador que mais entrou em campo com a faixa de capitão no mundo; atualmente são mais de 850 jogos.
  • Em 27 de outubro de 2014, O goleiro superou o recorde de Ryan Giggs de mais vitórias em um único time, contra o Goiás no Morumbi, Recorde que antes era de 589 jogos.