fbpx

europa-debaixo-das-traves

 

Joe Hart

Nascido em 19 de abril de 1987 na pequena cidade de Shrewsbury, e batizado com nome de Charles Joseph John Hart , assim entra em campo mais um dos grandes goleiros que hoje atuam pelo Futebol Sim, estamos falando de Joe Hart Goleiro titular do Manchester City e da seleção Inglesa.

E foi um clube muito modesto e quase amador o Shrewsbury Town que hoje disputa a 3º Divisão do Futebol Inglês que começou a despontar um talentoso garoto de cabelos loiros a posição de goalkepper. O mais curioso é quem em 2003 em meio aos estudos e com apenas 15 anos Hart foi promovido ao time principal às pressas, pois não havia outro jogador para tal posição, e ali ele permaneceu por mais de um ano antes de fazer a sua estréia aos 17 anos como goleiro titular de seu time.

 

O Início:

Mas foi na temporada 2005/2006 que Hart se firmou aos 18 anos como titular de seu time, participando de 46 jogos o Goleiro foi muito elogiado pelo seu desempenho e assim ganhou sua primeira chance na seleção Sub – 19 de seu Pais.

 

A Vitrine:

O dia 22 de maio de 2006 jamais será esquecido por Hart e pela sua família, pois naquele dia após muitas especulações de grandes clubes ingleses Hart era anunciado como reforço do Manchester City.

joe-hart-goleiro-de-aluguel01

A Chance:

Geralmente a estréia de um goleiro vem recheadas de mitos e lendas ou até mesmo historia mirabolante de superação, e com Hart não havia de ser diferente, em 14 de outubro daquele mesmo ano de 2006 o então titular do Gol do City o Sueco Andréas Isaksson, não podia jogar pois estava com uma seria lesão no joelho direito, foi ai que o destino presenteou o jovem Hart que com 19 anos estaria sentado no Banco de reservas do City na partida diante do Sheffield United, mas ai você se pergunta, tudo bem, qual a novidade? Pois bem minutos antes desta partida o então reserva e passaria a titular Nicky Weaver sofre uma contusão no braço e eis que o Jovem de 19 anos que até então seria o terceira opção do técnico teria que assumir a responsabilidade de defender o gol dos azuis naquela tarde chuvosa de outubro.

 

O Brilho:

E vocês pensam que foi apavorante para o Jovem Hart, pois vejam, naquele jogo diante de um estádio lotado o nervosismo deu lugar a um jovem e seguro goleiro, que com uma atuação sublime segurou empate sem gols de seu time, saindo daquela partida como melhor jogador em campo.

 

As Voltas Que a Vida Dá:

Por ser considerado muito jovem os dirigentes do City se deram por melhor a emprestar o jovem Hart para outros clubes de menor expressão, afim de que ganhasse mais ritmo e experiência com jogos, e assim Hart foi emprestado ao Tranmere Rovers onde fez apenas seis jogos não permanecendo na equipe por mais de um mês, e assim no mês de Abril de 2007 ele chegou ao Blackpool onde fez ótimas partidas ajudando seu time a subir de divisão e sendo coroado como um dos responsáveis pela ascensão dos Laranjas.

O bom filho a casa torna:

O então técnico sueco do Citizens, Sven-Göran Eriksson após ver que Hart tinha um futuro promissor pela frente o trouxe de volta aos Azuis e assim Hart deixou o então titular Isaksson, no banco e se tornou o dono da camisa 1 do time Azul de Manchester.

joe-hart-goleiro-de-aluguel02

Mas…

Parecia então que o sucesso de Hart estaria apenas começando, mas rumores nos corredores de Manchester davam conta de que após a saída de Isaksson para o PSV o City estaria fechando contrato com experiente goleiro irlandês Shay Given que com mais anos de carreira do que Hart seria então o titular da posição na temporada 2008 – 09, e assim o fez sem atuar pelo City boatos de um novo empréstimo começaram a pipocar nos corredores de Manchester.

 

De Malas Prontas:

Em junho de 2009 o Birmingham City anuncia sua nova camisa 1 para a temporada era nada mais nada menos que Joe Hart.

 

Chegando ao Inferno Azul:

Esta jornada não parecia estar em acordo com aquilo que Hart havia esperado, após estréia e derrota por 1-0 para o Manchester United em Old Traford, Hart passou a cometer erros bizarros que custavam muitos pontos perdidos pelo seu time, esta parecia não ser uma boa temporada para o jovem goleiro.

 

Acreditar Nunca Desistir:

E foi com este lema que Hart levantou a cabeça e com a confiança do técnico Alex McLeish que o manteve como titular chegou a incrível marca de doze jogos sem derrotas na Premier League, um recorde histórico para seu clube e ao fim da temporada lhe custou prêmio de melhor jogador de seu clube e a indicação ao prêmio de melhor jogador jovem do ano, fato inédito para um goleiro.

 

Eu Voltei Agora Para Ficar:

Com seu retorno ao City o então técnico Italiano Roberto Mancini acreditando no potencial de seu Goleiro deu a ele a verdadeira confiança e oportunidade de ser o titular dos Citizens, e assim Hart agarrou esta chance com as duas mãos tal como se defendesse um pênalti em final de copa do mundo e assim tornou –se um dos maiores ídolos desta geração de novos Goleiros, Hart tornou –se também titular da Camisa 1 de sua seleção tendo em seu currículo a disputa da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

 

Títulos:

  • FA Cup2010–11
  • Premier League2011-122013–14
  • FA Community Shield: 2012
  • Football League Cup: 2013–14, 2015–16

 

Prêmios Individuais:

  • Luva de ouro do Campeonato Inglês2010-112011-12
  • Equipe do Ano pela PFA2009-102011-12
  • Jogador do Ano do Birmingham City: 2009-10
  • Goleiro do Ano da League Two: 2005-06
  • Melhor Desempenho do Manchester City da Temporada : 2010-11

 

Referências:  “Apodos del futbolista inglés Hart”, Official Site of the Premier League, GloboEsporte.com e BBC Sport.