muralhas-lendarias-bruno

Defesas, Cabelo e Bigode

Estilo, algo para poucos, ainda mais no futebol. Pessoalmente, acho que sou um goleiro com certo “estilo”, visto que, às vezes, jogo usando bandanas para o suor não cair no rosto, mas no meio dos grandes goleiros, muitos são marcados pelo estilo nas aparências ou nos uniformes, afinal quem não se lembra do capacete do Petr Cech? Ou dos uniformes de personagens do Pablo Aurrecochea? Com David Seaman e o bigode característico dele mais os cabelos longos não foi diferente, assim como momentos que ele teve debaixo das traves.

Para nós, brasileiros, este goleiro inglês é mais lembrado por um baita golaço (confesso, o gol mais bonito que já vi) de Ronaldinho Gaúcho nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 2002, que todos se perguntam até hoje se Ronaldinho queria cruzar na área e fez o gol sem querer ou queria meter direto ao gol mesmo. Entretanto o jogo retratado no quadro hoje foi um ano depois, em que Seaman venceu e fez uma defesa que até Peter Schmeichel ficou impressionado.

Nas semifinais da FA Cup, o Arsenal de Seaman iria enfrentar no Old Trafford o time do Sheffield United, ganhara o jogo pelo placar mínimo com um gol de Ljungberg aos 34 minutos do primeiro tempo, mas tudo poderia ter sido diferente se não fosse o goleirão David Seaman. O jogo estava quase no final, estava aos 38 minutos do segundo tempo, quando o Sheffield United teve um escanteio e após dois desvios dos jogadores do Sheffield, a bola sobra na cabeça de Peschisolido com o gol livre, mas como desistir não faz parte da vida de um goleiro, David Seaman não iria deixar passar…

david-seaman-goleiro-de-aluguel01

David Seaman nasceu em 19 de Setembro de 1963 na cidade britânica de Rotherham e veio da base do Leeds United, mas nunca conseguiu estrear profissionalmente pelo Leeds, sendo vendido para o Peterborough United, clube da quarta divisão inglesa, por apenas £4.000 em agosto de 1982. Por lá, fez 91 partidas e foi contratado pelo Birmingham City em 1984, que pagou £100.000 para ter David Seaman no plantel. Nas temporadas que passou pelo Birmingham, foi rebaixado logo na primeira temporada de 1984/1985, mas conseguiu o acesso na temporada seguinte, voltando à primeira divisão inglesa para a temporada 1986/1987, o Birmingham seria rebaixado de novo e Seaman não renovaria contrato com o clube.

Seaman iria jogar a temporada 1987/1988 pelo Queens Park Rangers, rumou para o QPR por £225.000. Seaman não estava em um dos principais times da Inglaterra, entretanto ali ele começara a alavancar ainda mais a carreira dele, que, com as boas aparições que estava a ter no clube, foi convocado pela primeira vez para a seleção inglesa em 1988, o jogo foi um amistoso contra a Arábia Saudita que viria a terminar empatado em 1×1.

david-seaman-goleiro-de-aluguel02

Seaman jogara pelo Queens Park Rangers de 1986 até 1990, na Copa do Mundo de 1990, Seaman viria a ser convocado como o terceiro goleiro e usaria a camisa 22, entretanto uma lesão pouco antes do mundial impediu que ele fosse convocado, sendo substituído pelo goleiro Beasent, que atuava no Chelsea. A Inglaterra terminara a Copa do Mundo 1990 em quarto lugar, chegara até as semifinais do mundial, sendo eliminada nos pênaltis para os futuros campeões alemães e perdendo a disputa de terceiro lugar para os italianos por 2×1.

No mesmo ano de 1990, Seaman se transferiria para o Arsenal aonde iria fazer a carreira, ficaria no clube por treze anos. Seaman fora comprado por £1.300.000 pelos gunners e substituiria o goleiro John Lukic que fora vendido para o Leeds United. Naquela época, a quantia paga pelo Arsenal ao Queens Park Rangers foi um recorde de compra feito por um goleiro.

Seaman foi um monstro no Arsenal, ainda mais porque a chegada do mesmo coincidiu com uma boa época dos gunners. Logo na primeira temporada (1990/1991), o Arsenal foi campeão nacional (na época o nome era “Football League First Division”) com seis pontos de diferença para o segundo colocado, o Liverpool, e Seaman jogou todos os jogos pelo Arsenal no campeonato inglês (total de 38 jogos) e levou apenas 18 gols ao longo do campeonato inteiro, aonde o time perdeu apenas uma vez e isto fez com que o Arsenal se classificasse para European Cup de 1991/1992, última edição do torneio com este nome, que passaria a se tornar em 1992/1993 a atual UEFA Champions League.

david-seaman-goleiro-de-aluguel03

Na European Cup o Arsenal de Seaman não iria longe, sendo eliminado pelo Benfica na segunda rodada do torneio. As próximas temporadas seriam felizes para Seaman apenas no Arsenal, que depois do título da First Division, viria a conquistar a FA Cup de 1992/1993, após ganhar o segundo jogo do Sheffield Wednesday por 2×1 e se sagrar campeão. Nesta mesma temporada, o Arsenal venceria a Football League Cup ganhando do mesmo Sheffield Wednesday pelo mesmo placar de 2×1.

Virando o ano para 1994, Seaman viria a conquistar a Cup Winners’ Cup com o Arsenal, ganhando do Parma por 1×0. Entretanto, como dito no parágrafo anterior, as felicidades de títulos e conquistas para Seaman viriam apenas no Arsenal, afinal a seleção inglesa nem ao menos se classificara para Copa do Mundo de 1994, perderam a vaga para a Holanda por apenas um ponto. Uma curiosidade é que Seaman tomou o gol mais rápido das eliminatórias daquela Copa do Mundo, com um gol de Gualtieri de San Marino com apenas oito segundos de jogo, após uma rápida saída e erro do zagueiro inglês, entretanto os ingleses venceram aquele jogo pelo placar de 7×1.

Em 1995 o então técnico do Arsenal, George Graham, foi despedido e neste ano o Arsenal quase se tornou o primeiro clube da história a ganhar por duas vezes seguidas a Cup Winners’ Cup. Os gunners, como já dito, teriam vencido a Cup Winners’ Cup em 1993/1994 sobre o Parma e quase repetiriam o feito na temporada seguinte. Na semifinal, Seaman seria herói contra o Sampdoria, no primeiro jogo os gunners venceram por 3×2 em casa e perderam pelo mesmo placar fora de casa e a vaga para a final seria decidida nas penalidades máximas, em que novamente terminara em 3×2, mas agora para o Arsenal com David Seaman defendendo três das cinco cobranças do Sampdoria. Porém, na final contra o Zaragoza, o Arsenal sairia perdendo com um gol de Esnáider em chute de rara felicidade, empataria minutos depois e perderia na prorrogação, Seaman ainda salvara o Arsenal na prorrogação, mas no último minuto do segundo tempo da prorrogação, em um chute inacreditável de Nayim, Seaman cederia um gol de mais de quarenta metros e o Arsenal seria vice-campeão daquela edição da Cup Winners’ Cup.

david-seaman-goleiro-de-aluguel04

Em 1996 um novo técnico no Arsenal é anunciado, Arsène Wegner, que por sinal é até hoje o treinador dos gunners. Os primeiros títulos de Wegner no comando do Arsenal só viriam na temporada 1997/1998 e seria uma tríplice coroa, conquistando a Premier League e a FA Cup na mesma temporada. O Arsenal seria campeão da Premier League por apenas um ponto a frente do Manchester United, vice-campeão da edição, a FA Cup seria vencida após a final contra o Newcastle por 2×1. O Arsenal ganharia também a Copa dos Campeões da Inglaterra sobre o Manchester United por 3×0 (este torneio é disputado entre o campeão da Premier League e o campeão da FA Cup. Como o Arsenal ganhou ambos os torneios, neste caso o oponente foi o segundo colocado da Premier League).

Voltando em 1996, Seaman disputara a Eurocopa daquele ano, a primeira da carreira e a Inglaterra seria o país-sede. Na fase de grupos, a Inglaterra empataria em 1×1 com a Suíça, vencera a Escócia por 2×0 e a Holanda por incríveis 4×1, passando em primeiro lugar no grupo. Nas quartas-de-final, após um empate em 1×1 com a Espanha, Seaman pegara o último pênalti de Nadal e classificara a Inglaterra para as semifinais da Euro, mas os pênaltis agora seriam ingratos, em que, após uma partida em 1×1, a Alemanha eliminara os donos da casa ganhando nos pênaltis por 6×5, aonde todos os pênaltis alemães foram convertidos e a Inglaterra errou o último pênalti com Köpke defendendo a penalidade de Southgate.

Então viria a Copa do Mundo de 1998, aonde desta vez a Inglaterra se classificara após ficar em primeiro lugar no grupo 2 das eliminatórias europeias. A Inglaterra ganhara na fase de grupos da Copa do Mundo da Colômbia e da Tunísia pelo placar de 2×0 e perdera para a Romênia de Hagi por 2×1, ficando em segundo no grupo e se classificando para o mata-mata. Nas oitavas-de-final, a Inglaterra iria jogar contra a Argentina, o jogo terminara empatado em 2×2 e foi para os pênaltis: David Seaman defendera o pênalti de Crespo, mas dois companheiros, Ince e Batty, iriam parar no goleiro argentino Roa e os ingleses foram eliminados.

Na temporada seguinte (1998/1999), Seaman faria uma Premier League espetacular com o Arsenal, jogando os 38 jogos e tomando apenas 17 gols, mas não foi suficiente para o Arsenal ser campeão, saiu vice e o Manchester United retribuiria a temporada passada sendo campeão em cima do Arsenal por apenas um ponto. Na FA Cup, o mesmo Manchester United eliminara o Arsenal nas semifinais ganhando de 2×1 com um gol de Giggs na prorrogação, os Red Devils também seriam campeões daquela edição FA Cup em cima do Newcastle United (vice também da edição passada) ganhando de 2×0. Ao menos o Arsenal ganharia a Copa dos Campeões da Inglaterra sobre o próprio Manchester United por 2×1 (como dito anteriormente, neste caso o Arsenal participou por ser o vice da Premier League visto que o Manchester foi o campeão da Premier League e da FA Cup, o mais impressionante é que o Arsenal ganhou o jogo, uma daquelas “ingratidões” do futebol).

david-seaman-goleiro-de-aluguel05

O Arsenal teria de se contentar com vices para o Manchester United em 2000 e 2001 também, na temporada 2000/2001 ainda foi vice da FA Cup para o Liverpool, saiu ganhando o jogo, mas com dois gols de Owen em cinco minutos e no final do jogo, foi vice. No Arsenal, Seaman só voltara a conquistar títulos na temporada 2001/2002, repetindo o feito de 1998 quando conquistou a Premier League novamente com o Arsenal, aonde o segundo colocado foi o Liverpool, sete pontos atrás, e conquistou também na mesma temporada a FA Cup ganhando a final por 2×0 em cima do Chelsea. A Copa dos Campeões da Inglaterra seria contra o vice da Premier League, Liverpool, e ganharam a Copa após vencer por 1×0 com gol de Gilberto Silva.

Na Eurocopa de 2000 a Inglaterra decepcionou, Seaman seguiu sendo titular, mas a Inglaterra seria eliminada logo na fase de grupos, chegou até a ganhar por 1×0 da Alemanha, mas perdera para Portugal e Romênia, ambas as vezes por 3×2. Dois anos depois, mais uma Copa do Mundo na carreira da nossa muralha de hoje, em que ele, experiente e com 38 anos, seria titular mais uma vez, sendo o jogador mais velho do plantel inglês e o segundo mais velho da Copa do Mundo, perdendo apenas para o dinamarquês Heintze. A Inglaterra cairia no grupo F e se classificara para o mata-mata em segundo lugar, após empatar em 1×1 com a Suécia, empatara também com a Nigéria em 0x0 e ganhara dos nossos Hermanos por 1×0. Nas oitavas-de-final, vitória fácil sobre a Dinamarca por 3×0 e todos os gols no primeiro tempo. A Inglaterra enfrentaria a seleção brasileira nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 2002 em um jogo que todos nós sabemos bem o que aconteceu, mas lá vai: a Inglaterra sairia ganhando com um gol de Owen após erro de Lúcio, mas cederia o empate no final do primeiro tempo após boa jogada de Ronaldinho Gaúcho e gol de Rivaldo…

O Brasil iria virar o jogo com um golaço de Ronaldinho Gaúcho, talvez o gol mais bonito daquela Copa do Mundo e que revolta a muitos, pois sempre se perguntam se ele queria cruzar ou meter direto ao gol naquele tiro livre de longa distância. Diz Ronaldinho que Cafu falou pra ele bater direto, pois Seaman se adiantava nos cruzamentos, diz que não queria meter a bola exatamente aonde ela foi, mas que queria, sim, chutar direto. Com este gol, a Inglaterra foi eliminada da Copa do Mundo, seria a última Copa de Seaman, que admitiu depois ter falhado neste lance. Em setembro daquele ano, Seaman faria o último jogo com a seleção inglesa após catorze anos servindo a seleção principal, e não seria uma despedida feliz, afinal a Inglaterra empatara em 2×2 com a Macedônia e ele sofrera um gol olímpico neste jogo.

david-seaman-goleiro-de-aluguel06

A Temporada 2002/2003 seria a última de Seaman com a camiseta do Arsenal, ele ganhara a FA Cup nesta última temporada e ainda fez aquela defesa retratada no começo do artigo e com vídeo no final contra o Sheffield United. Peter Schmeichel, ex-goleiro e que trabalhava de comentarista na BBC, disse que aquela defesa foi “a mais espetacular que viu”. Aquela defesa classificara o Arsenal para a final da FA Cup daquela temporada, que os gunners ganharam e se sagraram campeões após uma vitória por 1×0 sobre o Southampton. O Arsenal não venceria a Copa dos Campeões de 2003, mas Seaman já não era mais o goleiro do Arsenal na altura.

O novo clube de David Seaman seria o Manchester City, em que ele fora transferido no meio do ano de 2003. Pelo pequeno Manchester City (que até hoje é pequeno, mas com dinheiro) atuara apenas por dezenove jogos e Seaman decidiu se aposentar em Janeiro de 2004, após uma lesão no ombro e com quarenta anos de idade e quem o substituiu foi David James, que também atuara pela seleção inglesa e foi o terceiro goleiro inglês na Copa do Mundo de 2002 em que jogou junto de Seaman.

david-seaman-goleiro-de-aluguel07

 

E este foi o quarto Muralhas Lendárias, espero que tenham gostado da abordagem da carreira de David Seaman, que ficou um pouco mais longo que as outras semanas, visto que teve uma grande e longa carreira.  Sexta-feira que vem voltamos de novo, analisando a carreira de mais uma muralha aqui no blog do Goleiro de Aluguel, não deixem de acompanhar o quadro e também os outros artigos. Até a próxima semana!


Sheffield United 0x1 Arsenal (defesa magistral de Seaman em 1:28)

Melhores momentos de David Seaman: