fbpx

Lev Yashin – O Aranha Negra

Apontado por muitos como o melhor goleiro da história, Lev Yashin, era unanimidade em baixo das traves. Dedicou sua vida ao Dynamo Moscou, clube que o revelou e onde foi também a sua despedia. Nunca abandonou sua cidade natal, e devido a isso não teve a chance de disputar a Champions League, pois nesse tempo os soviéticos não participavam do torneio.

Era conhecido como Aranha Negra, e sua carisma era tanta, que seus equipamentos eram carregados por torcedores quando voltava dos treinos para casa.

20150702-lev-yashin01

Infelizmente os vídeos são raros, e mostram mais gols sofridos do que as belissímas defesas, mas não é o passado preto e branco que apaga o gigante Lev Yashin. Tem um honraria que ate hoje nenhum outro guarda redes possui, a Bola de Ouro, conquistada em 1963, que conquistou especialmente pela magnífica temporada que fez com seu clube, onde o Dynamo sofreu apenas 14 gols em 38 partidas pela competição, sendo que, com Yhashin na meta, foram apenas 6 bolas na rede em 27 partidas. Um troféu que foi revolucionário para posição.

20150702-lev-yashin04

O homem vestido de negro, fugia dos padrões, não era um goleiro de duas dimensões, que se limitava a ficar sob as traves, mostrou ao futebol um terceira dimensão, ao tornar frequentes suas saídas da pequena área para fechar o ângulo dos atacantes e afastar bolas altas que cruzassem seu gol.

Na seleção, usava um uniforme com a sigla CCCP, que para os brasileiros significava: Cuidado Camarada com Crioulo Pelé. Mas o significado exato era “União das Repúblicas Socialistas Soviéticas”, escrito em russo. E em 1958, os soviéticos aceitaram participar dos mundiais, depois da revolução de 1917, até 1986.

20150702-lev-yashin03

O goalkeeper estava um passo à frente na preparação física e técnica, com treinos avançados para a época, e um explosão notável em seus saltos. A explicação talvez venham de suas origens. Durante sua adolescência, Lev precisou sair de Moscou, enquanto os soviéticos travavam batalhas da Segunda Guerra Mundial, e trabalhou em uma fábrica de ferramentas. Chegou a ganhar uma medalha do governo por seus esforços e de volta à capital, quando tinha 15 anos, começou a jogar pelo Dynamo, conciliando a carreira como goleiro no futebol e no hóquei. Ganhando agilidade e destreza sobre o gelo, onde foi campeão da Copa da União Soviética em 1953, quando tinha 24 anos e nesse mesmo período abandonou o taco para assumir de vez a carreira nos campos.

Então o Aranha Negra começou a escrever sua lenda, especialmente pelo renome que ganhou nas Copas do Mundo. A despedida aconteceu em 1971, somou 270 partidas sem sobre gols e 150 pênaltis defendidos.

20150702-lev-yashin02

“O orgulho de ver Yuri Gagarin voando no espaço só é superado pelo orgulho de uma boa defesa de pênalti” – Yashin, Lev